Artigos por "Marketing Digital"

Mostrando postagens com marcador Marketing Digital. Mostrar todas as postagens

PROCURANDO SERVIÇOS DIGITAIS EXCLUSIVOS?
A LD Sites, uma empresa especializada na criação de sites e logomarcas profissionais, programação visual e marketing digital, como nas melhores empresas de design da web, tem excelente conceito e referências no desenvolvimento e design profissional, design para web, desenvolvimentos web, websites, serviços de design de logotipos profissionais de qualidade, serviços SEO.
Tecnologicamente a LD Sites pretende ser a empresa Top em web design, estar sempre entre as melhores e principais, não só no Brasil, mas também globalmente.
Por tudo isto podemos afirmar:
" Você está lo lugar certo!" - - - FALE CONOSCO
---------------------------------------------------------------------------
Provavelmente você já ouviu o termo SEO mas, para os não familiarizados, SEO significa literalmente Search Engine Optimization - jargão técnico para um conjunto de métodos utilizados para aumentar a classificação do seu site nos resultados de pesquisa do Google.

Mas, por que você deveria se importar? Bem, de acordo com este artigo, publicado pelos gurus de SEO no site MOZ, juntas, as 3 primeiras posições nos resultados da busca do Google definem cerca de 55% dos cliques orgânicos, com o número 1 recebendo mais de 30%.

Pense nisso, mais de um terço dos visitantes clicam no primeiro resultado que vêem. Naturalmente, todo mundo quer ser o número um, por isso descrevemos abaixo 5 passos que você pode seguir para aumentar a posição do seu site.

Faça um balanço

A primeira etapa é certificar-se que seu site satisfaz os critérios mais básicos de SEO. São coisas frequentemente esquecidas quando o novo conteúdo é carregado, mas que desempenham um papel crítico para uma melhor classificação do seu site. Por exemplo:
  • Meta Title Tags: Certifique-se de ter definido um meta título para cada página. Eles são muito importantes, pois contribuem com palavras-chave e serão exibidos nos resultados de pesquisa do Google.
  • Meta Description Tags: Certifique-se de ter uma descrição em cada página. Elas não têm o valor de uma palavra-chave, mas são importantes já que aparecem abaixo do título da página web no Google.
  • Cabeçalhos da página: Certifique-se de ter títulos em cada uma das páginas do seu site. Estes são tipicamente cabeçalhos, sub-cabeçalhos e títulos de páginas (ou seja, o título do seu projeto).
Publique frequentemente

O Google recompensa sites que se mantêm atualizados e freqüentemente postam conteúdo novo. Agora, isso não significa que você deve apenas postar por postar, como na maioria das coisas, a qualidade supera a quantidade. No entanto, consistentemente, atualizar seu site é muito melhor do que mega atualizações uma ou duas vezes por ano. Isto ajudará não apenas sua classificação, mas também fará com que seu site pareça vivo e ofereça uma experiência mais cativante para seus visitantes.
  • Atualize os Projetos: Desenvolver uma estratégia de conteúdo que envolve a adição de novos projetos periodicamente, definir prazos e cumpri-los.
  • Mantenha o Blog Atualizado: Definir um objetivo, se você tem um blog ou seção de notícias, eles merecem um ou dois posts por mês.
Inclua palavras-chave

As palavras-chave ajudam o Google a determinar a relevância do seu conteúdo para um determinado termo de pesquisa. Por exemplo, se você é um arquiteto de residências e suas descrições de projeto incluem palavras como "residência", "casa", "unifamiliar" e assim por diante, você provavelmente terá uma relevância maior nestes termos de pesquisa do que em outros, como "museu" ou "biblioteca".
  • Misture-os: Espalhe 4-5 palavras-chave ou frases em suas descrições de projeto e da cópia do site, certificando-se de que elas enfatizam sua experiência ou atendam sua clientela.
  • Use-as em uma Frase: Mantenha as palavras-chave contextualizadas, usando-as em frases e repita o mesmo conceito usando palavras diferentes.
  • Mantenha-se Regional: Além disso, não se esqueça de incluir os locais do projeto (cidade, região, país), pois estes podem ajudar a aumentar a sua classificação nas pesquisas geográficas específicas.
Faça backlinks

Backlinks são quando outro site coloca um link para o seu site. Aqui, novamente, qualidade é melhor do que quantidade. O Google determina a classificação de um site, em parte, por quantas vezes ele é referenciado por outros. Essencialmente, qualidade por associação. Enquanto isso acontece organicamente, há uma série de maneiras para você gerar novos links por conta própria.
  • Perfis Sociais: Crie perfis em sites como Facebook, Twitter, ou Instagram para promover e compartilhar seu trabalho.
  • Perfis de Arquitetura: Verifique se a URL do seu site está atualizada em seu perfil em sites como ArchDaily e outros.
  • Prêmios de Arquitetura: Sempre que você receber um prêmio, certifique-se de que o órgão responsável adicione um link para sua página inicial ou página do projeto em seu site.
  • Submissões do Blog: Envie seu trabalho para sites lifestyle ou blogs de design e não se esqueça de incluir um link para seu site no corpo do texto.
Utilize ferramentas de medição

Há várias ferramentas gratuitas e/ou pagos para acompanhar e gerenciar seu progresso SEO. Recomendamos duas grátis abaixo que você pode começar a usar hoje. Observe que, para ambas, você precisará de uma Conta do Google.
  • Analytics: Google Analytics. Acompanhe quantos visitantes o seu site recebe, o que eles olham e de onde eles vêm.
  • Keywords: Google Webmaster Tools. Veja quais palavras-chave seu site classifica e onde, nos resultados do Google, você aparece.
FONTE: Arch Daily

Conheça as técnicas principais para um blog recém criado
------------------------
Saiba como empreendedores brasileiros estão fazendo fortunas com Google!

Ao criar um site ou um blog, principalmente quando você acabou de cria-lo é muito importante que você saiba trabalhar e conheça bem quais são as tarefas básicas de SEO que deverá ser aplicado nos artigos que serão publicados em suas páginas, pois eles trazem ótimos benefícios para o seu site.

Para quem ainda não conhece, o sistema do SEO é responsável por fazer com que o seu site seja um dos destaques nos site de buscas, como por exemplo, o Google, dentre tantos outros sites e blogs que se tem por ai nos dias de hoje.

Trabalhando esse tipo de otimização mais pessoas irão acessar a sua página e com isso sua rentabilidade e o sucesso da sua página será bem mais certeiro, mas vale lembrar que essa técnica é para destacar seu site, nas pesquisas feitas, mas para fazer com o leitor vá sempre a sua página você deverá primeiramente desenvolver um bom conteúdo e oferecer bons produtos a eles.

Caso você esteja interessado nesse assunto, pois está a fim de criar o seu site, ou então até mesmo já criou é quer aprender essas técnicas, continue nos acompanhando aqui em nosso artigo, pois aqui iremos lhe apresentar as 10 tarefas básicas de SEO para quem acabou de criar um site.
SEO

Como acabamos de falar acima, existe uma grande importância em você que acabou de criar o seu site, saber quais são as tarefas básicas de SEO, pois elas irão fazer com que a sua página seja bem mais visitada do que se não trabalhasse esse tipo de otimização.

Pensando em você que está precisando conhecer quais são as essas tarefas básicas, para que desta forma você consiga fazer com que várias pessoas acessem o seu site, por ele ser um dos destaques nos sites de buscas, iremos lhe apresentar quais são essas tarefas básicas que você precisa saber. Seguem logo abaixo:

1 – Otimização de títulos e de descrições

Essa é uma das tarefas básicas muito importantes, pois o título e a descrição é praticamente o resumo do que o seu site tem para oferecer aos seus leitores.

Ter um bom título e uma boa descrição do seu site é o que irá fazer com que a pessoa clique no link da sua página ou então nos links que estão acima ou então ou abaixo do seu, por isso orientamos que você desenvolva bem essa parte do seu site.

O título e a descrição do seu site é o seu representante na busca no Google, por isso eles deverão ser únicos e exclusivos, não deve ser spamado e ele irá sempre ajudar no ranking do seu site, por isso se você trabalhar as palavras chaves nessa parte, o Google irá saber se o seu site é mais relevante ou não ao tipo de busca que a pessoa esteja fazendo.

2 – Otimização das imagens

Primeiramente você precisa saber que as fotos tem um limite de tamanho a qual é aceitável para serem adicionadas em seu site, isso para que ela não fique nem muito pequena e também nem muito grande.

Uma dica muito importante é que você nomeie corretamente essa imagem, como por exemplo, se ela chamar receitas para bolo, é interessante que você escreva da seguinte forma, receitas-de-bolo.jpg.

Outro item muito importante que você deve saber trabalhar na otimização de imagem, são os dois atributos seguinte, o alt (texto alternativo) e o title (título), ambos são campos que aparecem para você preencher quando você vai adicionar a foto, por isso não deixe de fazer essa parte.

Trabalhe bem o tamanho da imagens, pois sabemos muito bem de que imagens muito pesadas, ao serem abertas em celulares, principalmente quando usamos uma internet 3G, sabemos que levará um tempo para carregá-las e isso pode fazer com que o leitor desista de tentar abrir o seu site ou blog.

3 – Usar o tagueamento correto

Geralmente as pessoas que estão começando a escrever, elas escrevem um texto totalmente corrido e isso não fica legal para sites e blogs, pois essa forma de escrita irá dificultar um pouco a leitura da pessoa.

O ideal para que você consiga atrair a atenção das pessoas para o conteúdo que foi postado em sua página, o recomendado é que você escreva de forma de perguntas e respostas, pois essa forma irá chamar mais a atenção dos leitores da sua página.

4 – Conteúdo único

Todos os conteúdos que forem postados em seu site deverão ser único, afinal você não pode apenas ficar copiando informações de outras páginas e colando na sua como se esse trabalho estivesse sido feito por você e vale lembrar de que cada texto deve ter no mínimo 300 palavras.

5 – Sitemap e Robots.txt

Esses são dois arquivos que as pessoas geralmente não têm o costume de ver, mas eles são muito importantes para a busca no Google e também em outros sites, que são os Robots,txt e o Setemap.xml.

O Robots.txt tem a função de armazenar arquivos em seu site, por isso você tem que coloca-lo na home do seu site, já o Setemap.xml, ele é gerado automaticamente quando você faz os plugins do WordPress ou outras ferramentas responsáveis pela a criação do site, onde ele é o resumo de todas as páginas do seu site.

6 – Google webmasters e Google analytics

O Google webmasters é uma ferramenta do Google o qual ele é o canal para levar as informações para o dono do site, como algum tipo de punição, ou alguma informação sobre vírus, por isso entre no site de google.com/webmasters e cadastre o seu site.

Outra ferramenta que o Google oferece e que é gratuita e o google analytics, o qual é responsável por mostrar o comportamento das pessoas quando elas visitam o seu site e través disso você saberá quantas pessoas acessaram a sua página vindo do Google, do Facebook ou até mesmo da sua campanha.

Com essa ferramenta você também saberá quais são os conteúdos mais acessados em sua página, o tempo que a pessoa ficou em sua página e com isso você saberá enxergar melhor onde realmente você deve investir.

7 – Urls amigáveis

É preciso que o seu site esteja preparado para seja feito algumas mudanças sem seis URL e utilizando essa ferramenta as pessoas irão entender o que elas vão encontrar em seu site, antes mesmo de acessa-lo.

8 – Tempo de carregamento do site

A velocidade do seu site é muito importante e ele precisa ser rápido, mas isso não quer dizer que nele não deverá ter nenhuma imagem, até porque ele também precisa ser bem aparente, por isso tenha imagens mais leves e uma boa estrutura em seu site, mas caso você não saiba como fazer isso, acesso o http: //bit.li/velocidade-pagina, pois aqui você encontrará a forma de trabalhar a velocidade da sua página.

9 – Site com www ou sem www

É importante que você saiba como é melhor para que o seu site seja acessível, com o www ou sem ele, por isso é interessante que você veja como o Google está fazendo o redirecionamento, se com ambos você consegue chegar em sua página ou não, caso isso não esteja acontecendo você optar por programar para que o seu site se acessado por apenas uma dessas opções.

10 – Criar um blog

É muito interessante que você em seu site uma área de blog, onde ela não precisa necessariamente se chamada assim, mas pode vir também como novidades ou noticias.

Tendo essa área você terá um local para colocar um conteúdo novo, ou até mesmo um produto, o que fará com que o seu site sempre ofereça novidades aos seus leitores.

Cerca de 74% de empresas que investem em SEO, acabam perdendo seu investimento por falta de informação. Descubra como escolher a agência de Marketing Digital certa para sua empresa.
------------------------
Empresas de todos os tamanhos e tipos estão migrando ou expandindo seu negócio para o mundo digital, nele, qualquer pessoa pode criar um site institucional, vitrine ou abrir uma loja online (e-commerce), cadastrar seus produtos e em um curto prazo e sem burocracia, passa a ter mais uma porta de entrada para visitantes e, consequentemente, mais vendas de seus produtos ou serviços. Vale lembrar que para quem está iniciando vai encontrar diversas faixas de investimentos que vão desde nenhum (plataformas gratuitas como Wix e uCoz) até investimentos milionários.

Após colocar o novo site no ar, o empresário vai notar que o site (sozinho) não consegue gerar lucro e na grande maioria das vezes, não entrega nem a receita suficiente para pagar os gastos mínimos necessários para mantê-lo on-line.

Em alguns meses, cresce a necessidade de buscar soluções digitais para fazer com que o site gere mais vendas ou leads, de acordo com cada negócio. Essa é a fase onde o empresário conhece várias empresas que oferecem diversas soluções e todas opções requer mais investimentos. A mais procurada entre elas é o SEO, ou seja, a otimização de sites, a famosa busca pelas primeiras posições no tráfego orgânico do Google e neste artigo vou dar algumas dicas e explicar porque o valor de uma agência para outra muda tanto.

Qual o preço da otimização de site?
Se você ainda não fez cotações com várias agências, vai se deparar com valores totalmente distintos um dos outros, valores estes, que vão desde pagamentos únicos de R$500,00 até investimento mensal de R$10.000,00 em um contrato anual. Mas porque essa discrepância de valores é tão grande no mercado digital e qual delas você deve confiar?

Infelizmente a grande maioria de empresários acabam optando pelo investimento mais baixo, principalmente as empresas que acabaram de entrar no mundo digital. Com o tempo, essas empresas acabam percebendo que o serviço não está surtindo efeito e acabam procurando outro fornecedor perdendo o investimento anterior.

"Cerca de 74% de nossos clientes de SEO, já perderam investimentos passando no mínimo, por 2 ou 3 agências de marketing digital até chegarem a nós e colher bons resultados." 

A primeira dica que eu dou a todos, é que fujam de planos ou preços pré-formatados, o grande problema de trabalhar com este tipo de orçamento é que cada plano tem uma demanda "X" de atividades e no mundo da otimização de sites, um grupo de atividades que pode funcionar para um projeto que requer pouca demanda, na minoria das vezes funciona, porém, não terá efeito algum se seu mercado e se as palavras-chave que você busca, tem grandes concorrentes.

Existem muitas outras variáveis também, tanto no setor on-page quanto no off-page, e uma delas é, se o tipo de atividade que será aplicada em seu projeto será uma demanda quantitativa ou qualitativa. As demandas quantitativas no campo do linkbuilding são importantes, pois para o Google, quanto mais links para seu site melhor, porém, se não tiver links de qualidade tal estratégia pode não surtir um resultado positivo.

Documentação e Reuniões
Este é outro item que afeta diretamente no preço da otimização de site. É importante você saber exatamente como a agência trabalha e se existe uma documentação de tudo que é feito em seu site e como você monitora tais informações. Além disso, é importante que a agência disponibilize um analista responsável ou um auxiliar para realizar reuniões que possam ser quinzenais, mensais ou bimestrais de acordo com sua necessidade, afinal, todo tipo de atendimento previsto, também influenciam no valor final da proposta.

Ferramentas e Monitoramento
As ferramentas utilizas pela agência, também vão influenciar nos resultados e principalmente no monitoramento e análises de seu projeto e de seus concorrentes. Monitorar atividades de linkbuilding, qualidade dos mesmos, posicionamentos entre outras informações são relevantes e importantes para auxiliar na tomada de decisão de uma estratégia. Todas as ferramentas utilizadas pela agência também entram no orçamento, afinal, todas possuem um custo e na grande maioria delas em dólar, pois as melhores ferramentas do mercado são de fora.

Aqui na agência 3xceler nós trabalhamos com todas as ferramentas top do mercado, entre elas: AWR Cloud, Ahrefs, MOZ, Semrush e Majestiv. Abaixo apresento um pouco do AWR Cloud, que monitora posicionamentos e outras informações relevantes também:

Time de SEO
Este também é outro fator que vai pesar no preço da otimização de site, um time completo para desenvolver um projeto de SEO deve ser composto por um analista, auxiliar, jornalista, desenvolvedor front-end e em algumas vezes um desenvolvedor back-end também. Quanto melhor o profissional, mais caro ele é para agência, consequentemente também reflete no valor final da proposta.

Conclusão
Não existe uma regra de orçamento, é tudo uma questão de qualidade, profissionalismo e responsabilidade. Mas, por favor, não caia na tentação de investimentos muito baixos sem avaliar no mínimo estes pontos que apresentei aqui. Ah! E também corra de falsos profetas - Ninguem pode garantir posicionamento, assim como ninguém pode garantir um prazo para tal. O que toda agência deve e pode garantir é a execução do trabalho de qualidade que consequentemente trará os devivos resultados e apresentação de casos de sucesso em nichos competitivos que vai conseguir lhe garantir mais confiança no investimento.

Espero que este conteúdo tenha ajudado você em sua pesquisa pelo serviço de otimização de site. Aproveite que está em nosso site e agende já uma reunião comigo ou com nossos consultores! Um forte abraço a todos.

FONTE: Administradores

Você já ouviu falar em SEO? E em busca orgânica? Pois bem, SEO é uma estratégia que está em alta e muitas empresas tem recorrido a ela.

Mas, o que é SEO mesmo? A sigla significa otimização para mecanismos de busca ou de sites e sua função é melhorar ou potencializar o posicionamento de um site nas páginas dos buscadores.

A busca orgânica, por sua vez, é a pesquisa que fazemos todos os dias nos mais diferentes sites de buscas.

Quem deseja melhorar sua posição no Google, Yahoo! e Bing por meio de um site novo ou mesmo do antigo precisa contratar o quanto antes um SEO, pois no caso da construção, os mecanismos de pesquisas serão incluídos do início ao fim do site, porém as técnicas também aprimoram um site que já existe.

Normalmente, o serviço oferecido inclui: análise do conteúdo ou da estrutura do site; consultoria técnica sobre o desenvolvimento de sites; desenvolvimento de conteúdo; gerenciamento de campanhas que atuam realizando negócios on-line; busca por palavras-chave; treinamento de SEO e, ainda, experiência em regiões e mercados específicos.

Porém, não basta sair por aí e contratar essa estratégia, é importante que a empresa interessada dê o ponta pé inicial por meio da realização de um plano de marketing digital com o objetivo de conhecer o seu público-alvo, saber onde ele está e quais redes sociais usa, as palavras-chaves que mais busca e quais são os seus principais interesses. A partir daí será possível realizar uma definição do tipo de conteúdo que será produzido.

Além disso, a empresa, por meio de uma análise SWOT, poderá conhecer o cenário em que está inserida e assim será capaz de definir suas forças, fraquezas, oportunidades e até ameaças.

Quando um site passa a ter maior visibilidade nas buscas orgânicas, isso indica que está ao alcance de um maior número de pessoas e com isso a quantidade de visitas irá aumentar resultando no crescimento do tráfego orgânico.

Quando a otimização é feita nos termos corretos e eles estão de acordo com o que o seu público-alvo espera, as visitas podem gerar conversões.

Todo mundo tem um celular com acesso à internet e no planejamento de SEO o mobile não pode ser esquecido. As marcas que tem um site com uma presença forte no mobile poderão crescer ainda mais nos rankings de pesquisa e quem não se adaptar a esse novo formato irá perder, pois os usuários não têm sido nada compreensivos com aqueles que não apresentam uma boa plataforma nesse meio.

Mas, não basta ter uma boa plataforma! O Google privilegia sites que tem uma boa arquitetura de informação e isso significa que as informações são organizadas e fáceis de serem encontradas. A dica é fazer com que seja distribuído em categorias e subcategorias, pois isso facilita para o internauta.

O mais importante não é ter um milhão de visitas valendo-se da otimização de sites, mas sim mil visitantes que sejam o seu público-alvo, pois assim a chance de conversão aumenta.

É possível ter destaque no buscador tanto por meio de links patrocinados como por resultados orgânicos. Vale investir em conteúdo para o tráfego retornar ao site. Entenda como fazer a otimização de site para trazer resultados positivos ao seu negócio, 

É praticamente senso comum que não dá mais para fugir da internet. Todos os produtos e serviços oferecidos hoje em dia podem ser acessados pela rede e não apostar nesse modelo de negócio significa perder clientes. 

O grande desafio da otimização de site é fazer com que as pessoas lembrem do site da sua empresa independente de ele ser sugerido em um buscador como o Google. O ideal é que as pessoas entrem no seu site automaticamente porque lá tem algo relevante para elas. A ferramenta de promoção é importante para trazer o tráfego, mas o potencial cliente volta pela relevância do conteúdo. 

A presença na internet, no entanto, ressalta o professor, não se reduz apenas a fazer uma página, ter um perfil no Facebook ou uma conta no Twitter. É algo que requer permanente atualização e monitoramento. Uma vez que entra nesses meios, a empresa tem que manter o diálogo aberto com o público. 

Investimento em buscador Se sua empresa não é muito conhecida, acabou de estrear um site corporativo ou decidiu melhorar os resultados com investimento em internet, há meios de aumentar a visibilidade na rede. Um deles é fazer com que o link apareça nos resultados de busca do Google – quando o internauta buscar uma palavra chave, seu site aparecerá na lista. 

Segundo especialistas, há duas formas de posicionar o site no Google. Uma dela é paga, conhecida como resultado patrocinado, e outra gratuita, chamada de busca orgânica. 

Não há um custo fixo para anunciar o site no buscador, você pode investir 1 real ou mil reais por dia. A diferença estará na visibilidade do anúncio. 

Para estar nos links patrocinados (aparecem à direita ou na parte superior da página de resultados do buscador), você abre uma conta no Google Adwords seleciona as palavras chave ligadas ao negócio e escreve seu anúncio. Além da taxa de ativação, você só paga o valor que deseja investir e o preço máximo que está disposto a pagar pelo custo por clique – não pode ser menor que o mínimo por lance. 

Além da visibilidade, outra vantagem dos links patrocinados é a possibilidade de escolher em que regiões o anúncio vai aparecer. Pode ser segmentado só para Fortaleza ou São Paulo, por exemplo. Além disso, existe a possibilidade de medir o retorno que o anúncio deu para o produto. Consegue-se saber de onde vieram as pessoas interessadas. O empresário tem, também, total controle pelo anúncio, podendo modificá-lo ou até suspendê-lo quando quiser. Basta entrar na própria conta. 

É importante ressaltar que essa forma de visibilidade não considera os conteúdos de cada site, mas a estratégia de investimento do anunciante. Ou seja, os primeiros nem sempre terão os melhores produtos e serviços. 

Visibilidade gratuita A meta nos resultados orgânicos é provar para o Google que o site da empresa tem o resultado mais relevante sobre o assunto, a chamada busca e otimização (SEO na sigla em inglês de Search engine optimization). Basicamente três aspectos influenciam no posicionamento das buscas. 

1. Técnico Aparte técnica do site é essencial para que os robôs do Google consigam navegar pelo seu site e identificar o que o cliente procura. Esse não é mais um aspecto determinante e sim um pré-requisito básico.Com um código atualizado, bons redirecionamento interno e configuração de URL consegue-se entrar no topo da busca. Apesar de excelente, isso não basta. É preciso ir além de bons códigos. 

2. Conteúdo Especialistas explicam que o Google consegue fazer uma busca pelos conteúdos do site, mas não avalia imagens e vídeos. São levados em consideração o que está escrito na home, as categorias de mensagens, os links entre os conteúdos e as palavras de maior destaque e densidade nos sites. O Google consegue ler dentro do site e separar os conteúdos diferenciados, mais autênticos e de maior relevância para o usuário. Por isso, certifique-se de incluir os nomes, categorias e tipos de produtos. Assim, tanto uma busca genérica quanto uma específica levarão ao seu site. 

3. Reputação e popularidade Por melhores que sejam a parte técnica e o conteúdo de um site, o Google leva muito em conta a quantidade de vezes em que ele é citado por outros para selecionar aqueles que aparecerão no topo do resultado de busca. Se no site A aponto para o B, o Google entende que A indica B e passa sua popularidade para ele. Neste ponto, é possível identificar a importância de estar ativo nas redes sociais e convencer os clientes a espalharem seu site por aí. 

Fonte: Exame

Uma das dúvidas mais frequentes entre os desenvolvedores ou proprietários de Sites/Blogs é a questão de qual destes dois serviços é mais eficiente ou então, qual deve ser contratado. Estas são questões fáceis de serem respondidas. Vamos iniciar explicando a primeira dúvida: “Qual é mais eficiente? Links Patrocinados ou SEO" 

Resposta: Nenhum deles. Ambos são muito efetivos em uma campanha de Marketing Digital, a grande diferença entre eles neste caso é o tempo de resposta/resultados. 

Anúncios em Links Patrocinados costumam dar um resultado mais rápido e imediato, já que o site/página começa a aparecer logo que a campanha é criada. Dependendo do valor pago por clique e do tamanho do investimento, é possível aparecer nas primeiras posições por um longo período de tempo. 

Otimização de Sites, também conhecido como SEO (Search Engine Optimization) é uma estratégia de Marketing Digital para longo prazo. A demora em se obter resultado ao adotar esta tática deve-se ao fato de que os mecanismos de pesquisa levam um certo tempo para atualizar seus rankings, e consequentemente, o posicionamento de todos os sites. Sendo assim, qual destes serviços eu devo contratar? 

A curto prazo, deve-se pensar em contratar uma campanha de Links Patrocinados, porém, a longo prazo esta tática pode se tornar muito cara, já que o padrão mais adotado é o PPC (pay-per-click; pagamento por clique). 

Por tal motivo, após determinado período (de acordo com o tamanho da sua capacidade de investimento) começa a ser mais interessante investir na Otimização de Sites, que apesar de ser mais caro no início, torna-se muito barato ao longo do tempo, uma vez que não é mais necessário pagar por cada usuário que acessa seu site, independentemente de ele efetuar a compra ou não. 

Enfim, ao observarmos o mercado vemos que os sites de maior sucesso são os que conseguem aliar as duas estratégias de forma complementar. O tráfego gerado a partir dos links patrocinados contribui para a estratégia de SEO, uma vez que significa relevância para o site, e ao mesmo tempo, o tráfego gerado por um melhor posicionamento na busca orgânica, contribui para o índice de qualidade do site, reduzindo o custo das campanhas de links patrocinados. Desta forma o ideal é ter uma estratégia que contemple tanto o curto como o longo prazo, dividindo o orçamento de forma equilibrada e acima de tudo, ter um bom site com um bom conteúdo, pois independente do tráfego que você consiga gerar, a boa experiência do usuário é o que de fato cinta para o sucesso. 

Fonte: TechTudo

A importância estratégica do website de uma empresa, seja ele b2b, b2c ou meramente institucional, nunca foi tão evidente. Ele é mais que o cartão de visita institucional, é a forma de existir no mundo virtual, o que significa dizer que, em grande medida, é como clientes, parceiros, fornecedores e outros públicos a enxergam.

Vale lembrar que a primeira impressão sobre qualquer corporação ou entidade continua a ser muito importante, o que mudou, entretanto, é que esta, atualmente, é formada em grande parte na internet. O site depõe a favor ou contra a organização. Dele depende como e se haverá o próximo contato. Um dos grandes desafios de qualquer organização é mais que ser bem vista no mundo virtual, é algo mais básico que isso. É o desafio de ser visto em meio a 232 milhões de sites em todo o mundo, o que coloca novos paradigmas à comunicação. 

Para se diferenciar em meio a 232 milhões de sites em todo o mundo, é preciso além de inovar, atender às expectativas do visitante, trazer informações acessíveis, ter uma linguagem objetiva, chamar a atenção, ser visualmente bonito, elegante, navegável, útil, fácil de usar, rápido, diferente, etc. etc. etc. 

Se o internauta foi levado, qualquer que seja o motivo, à sua página, é preciso tornar sua experiência prazerosa para fidelizá-lo, caso contrário, é possível nunca mais tê-lo navegando em seu site. E isto é muito sério. Infelizmente, o desenvolvimento de websites ainda é muito amador no Brasil. Poucos levam em conta critérios e diferenciais do meio internet para criar seu espaço e é por esta razão que facilmente se encontram sites pouco eficientes e mal desenvolvidos. 

Hoje, o desenvolvimento de site é mais que um serviço de criação, é um momento de planejar estrategicamente para decidir o que será contemplado, para quem, com que funcionalidades, que tipo de gerenciamento, quais informações irá fornecer, que imagens irá usar, como será alimentado, de quanto em quanto tempo, que critérios de atualização serão utilizados, haverá contato online, de que forma, será multimídia, entre muitas outras coisas. 

O empresariado brasileiro deve considerar, para que a organização tenha uma imagem adequada e positiva, que seu site precisa de diferenciais e adequação ao meio. Ora, no mês de março, o número de usuários ativos da internet residencial brasileira chegou a 25,5 milhões, segundo o IBOPE Nielsen Online. Em 2008, o comércio eletrônico, segundo o e-bit, movimentou 8,2 bilhões de reais e o número de brasileiros que compram pela internet chegou a 13,2 milhões. Estes dados mostram o tamanho do universo e o potencial da internet brasileira, colocando em primeiríssimo lugar a necessidade de excelência no desenvolvimento de sites.

Neste contexto, é preciso esclarecer que existem diversas técnicas e empresas especializadas boas no país. Muitas das quais são de pequeno porte, mas com grandes feitos. Porém, é preciso ter cuidado para não comprar gato por lebre. 

Há também muitas tecnologias por trás de um site bem desenvolvido, que garantem qualidade e excelência na sua finalidade, mas o primeiro passo é identificar o objetivo principal de sua existência. Por exemplo, informar clientes e prospects sobre as suas diversas atividades; vender produtos cosméticos; informar sobre o mercado de agronegócio. Com base neste direcionamento, tudo será desenvolvido. Se o objetivo é que colaboradores, clientes e fornecedores saibam como andam seus trabalhos, solicitações, pedidos, o desenvolvimento do site terá que permitir níveis diferenciados de acesso, além de prever ferramentas administrativas que façam a gestão do conteúdo, bem como sua atualização. Veja, é mais que ser esteticamente bonito. 

A 'beleza' do site é importante, sem dúvida, mas é preciso mais que aparência. A usabilidade e a ergonomia são empregadas para que a experiência de navegação seja a melhor possível. É uma forma de facilitar o acesso a produtos, informações, serviços ou qualquer que seja o dado que se busca no site. 

Excelência em site está relacionado diretamente com sua finalidade e, claro, com criatividade para propor modos diferentes de dizer o que todo mundo diz, com pitadas de tecnologia e muita usabilidade, lembrando-se sempre de que um visual agradável faz essa experiência ser muito mais prazerosa. 

O crescimento dos dispositivos móveis aliado à necessidade de mobilidade das pessoas, tem exigido uma mudança de postura por parte das empresas investir em um site responsivo pode ser a solução. 

Como não é possível garantir que o cliente esteja em frente a um desktop no momento em que ele mais precisa de você, a solução é investir em um site responsivo, privilegiando o acesso por meio de uma plataforma mobile, ou seja, um site que se adapta automaticamente a qualquer tamanho de tela, permitindo que o seu cliente entre em contato com a sua empresa de onde quer que ele esteja. 

E por que você deve ter um site responsivo? Descubra agora mesmo! 

A usabilidade e a satisfação do cliente
É fato que praticamente todos os sites podem ser acessados via dispositivos móveis, mas quantos deles realmente são funcionais em uma plataforma mobile? A usabilidade ou facilidade com que o seu cliente acessa menus, textos e imagens no seu site é imprescindível para que você o mantenha satisfeito com a sua empresa. Primar pela qualidade da interação que os seus clientes têm com este canal de comunicação tão importante reflete a preocupação da sua empresa em prestar um bom atendimento, elevando sua estima frente ao mercado. 

Redução de custos de manutenção
Manter um site para cada tipo de dispositivo com acesso à internet se tornou inviável, tendo-se em vista que hoje temos smartphones de todos os tamanhos, assim como tablets, notebooks, iPads, entre outros. Sendo assim, o site responsivo é a melhor maneira de manter o seu site atualizado sem grandes investimentos, pois a manutenção é feita em uma única plataforma, que se adequa aos dispositivos de acordo com a necessidade.

A experiência do usuário é cada vez mais importante
Termos como UX (User Experience) são cada vez mais recorrentes no universo mobile, justamente porque o que as pessoas buscam são experiências únicas, exclusivas e facilitadas pela tecnologia. Em uma plataforma mobile como um smartphone, não temos a mesma destreza e espaço para interação que em um notebook, o que requer adaptações inteligentes para que o usuário possa acessar o seu site com uma única mão, por exemplo. 

Essa tendência é tão verdadeira que o Google, desde abril de 2015, privilegia os sites responsivo em seus resultados de busca, já que um dos grandes objetivos da empresa é promover experiências cada vez mais ricas para os seus usuários. 

As penalidades de quem ainda não tem um site responsivo
Além de perder um bom posicionamento no Google, a empresa que ainda não investe em mobilidade para o seu site tem outras barreiras a enfrentar, como a redução do número de visitas. Conforme o número de smartphones, eles se tornam a primeira tela de interação dos usuários, deixando de lado os desktops e notebooks como ferramentas de acesso à internet. A insatisfação gerada nos consumidores hiperconectados por um site que não está preparado para a plataforma mobile também é um fator a ser considerado, já que você pode perder clientes por não estar atento às tendências tecnológicas que facilitam a vida do seu público. 

Com um design responsivo você amplia o alcance da sua marca, ultrapassa as barreiras geográficas e tecnológicas e coloca sua empresa frente a frente com seus clientes, sem entraves. Se você ainda não tem um site preparado para uma plataforma mobile, chegou a hora de investir nessa solução! 

Empresa vai considerar se página funciona bem em smartphones e tablets. Além de design adequado, páginas têm de carregar com internet móvel. 

As páginas na internet não preparadas para smartphones estão prestes a escorregar para bem longe do topo de pesquisas feitas no Google. A gigante da tecnologia passa a considerar se um site é amigável a dispositivos móveis como um dos critérios para escondê-lo ou ranqueá-lo entre os primeiros resultados da pesquisa. A novidade vale a partir desta terça-feira (21). 

“Essa mudança afetará as pesquisas móveis em todas as línguas ao redor do mundo e irá ter significantes impactes nos nossos resultados de busca”, informou o Google, em fevereiro. Ela é uma resposta da empresa à tendência cada vez maior de a navegação na rede migrar do computador de mesa para dispositivos móveis. 

Desce
“Conforme mais pessoas usam dispositivos móveis para acessar a internet, nossos algoritmos têm de se adaptar a essa camada de uso”, afirmou o Google. Os algoritmos da ferramenta de busca do Google consideram critérios para privilegiar certas páginas e não outras como relevância, disponibilidade (estar constantemente fora do ar não é bem visto) e balanceamento entre o conteúdo o buscado e o exibido pelo site (os “robozinhos” do Google são capazes de detectar se uma página exibe informações consistentes ou se apenas as reproduzem para se sobressair). 

Passa a fazer parte dessa avaliação o chamado “design responsivo”, ou seja, a calibragem de uma página para ser mostrada nas telas de smartphones e tablets. Conta também a performance de conexão site. Se ela é leve o suficiente para carregar considerando as velocidades da internet móvel, menores que as do acesso fixo. Segundo a empresa, sendo esse um dentre 200 outros critérios de avaliação, caso os outros atestem a relevância da página, ela ainda assim será exibida no topo. O Google já realizou mudanças como essa em seu algoritmo para, por exemplo, "esconder" sites que ofereciam o download pirata de conteúdos. 

Agora, a alteração tem forte potencial de mudar a vida de empresas com forte atuação no mundo digital. “Imagina uma loja de comércio eletrônico que não tenha um site móvel e precise do tráfego orgânico do Google. Esse site vai cair no ranking e isso pode gerar impacto na receita dessa empresa”, afirma Vinícius Agostini, diretor de marketing da Exceda, empresa que turbina a performance de serviços conectados. 

Sobe
O caminho do Google até a completa adoção do chamado “design responsivo” como critério de ranqueamento foi construído aos poucos. No ano passado, começou a mostrar aos internautas quais eram os sites calibrados para o mundo móvel. 

Para tornar a navegação mais próxima da rotina dos smartphones, a busca passou a informar não só páginas mas também aplicativos que pudesse contemplar as pesquisas. Ainda que seja um desafio, a mudança pode se tornar uma oportunidade. “Com essa mudança, se você fizer uma busca por 'controle financeiro', o Google vai mostrar apps que tratem desse tema”, afirma Agostini. Essa opção só vale se o usuário já tiver o aplicativo instalado. “Agora, o Google vai priorizar páginas de serviços q são bons para o meio que a pessoa está usando”, completa o executivo. 

Fonte: Portal G1

Sua operação é organizada, a precificação está correta e a logística é eficiente. Está tudo certo, agora é só esperar os lucros. Só que eles não vêm e sua loja virtual não decola.

Para ajudá-lo a resolver esse mistério, compilamos aqui erros comuns que empreendedores cometem na internet (e nem sempre se dão conta). Confira, abaixo, cinco situações que você deve evitar para ter sucesso no mundo do comércio digital.

Plataforma e loja virtual ruins
Quem está dando os primeiros passos como empreendedor digital pode ficar confuso com o mundo da internet. Antes de vender, o empreendedor precisa decidir em qual plataforma vai colocar seu site, onde vai hospedá-lo (esse serviço é chamado de host) e criar a loja virtual em si.
Se pesquisar, o empreendedor vai descobrir que há ferramentas simples e intuitivas que permitem que ele lance sua loja virtual no mercado. Mas isso tem um limite.

“Ainda existe a ideia de que para a loja virtual é só usar qualquer plataforma e 
fazer um site rápido que vai dar dinheiro.
A realidade não é assim”. 

“O ‘faça você mesmo’ tem um limite. É muito útil para colocar o site no ar, mas depois você vai precisar da ajuda de empresas especializadas (a LD SITES por exemplo) para oferecer um serviço de qualidade e ter resultados positivos”,

Você vai precisar gerenciar a loja, então, seja realista sobre os seus conhecimentos. É melhor contratar alguém que saiba mexer do que assumir, você mesmo, a tarefa e não conseguir fazer nada direito.
Pensando apenas na plataforma, é bom analisar como ela vai se comportar em longo prazo, quando a loja crescer. Avalie desde o começo se a plataforma vai dar conta de um tráfego maior e como você deve proceder no caso de migrar para outra compatível.
Uma plataforma que atende esses requisitos é o UOL Host. Você pode escolher planos de acordo com o tamanho do seu negócio e do seu mix de produtos e ainda tem um pacote de vantagens que envolve e-mails com domínio personalizado, suporte técnico 24 horas por dia, integração com redes sociais e com instrumentos de pagamento reconhecidos como o PagSeguro, cálculo automático de frete com sistema dos Correios, selo de segurança do E-bit e produtos incluídos na página do Buscapé.

Falhar no suporte técnico
Na internet, o cliente não fala cara a cara com um vendedor, mas continua precisando tirar dúvidas sobre o produto. Não ter um atendimento rápido e eficiente, que mostre ao cliente que sua loja é confiável e de qualidade, pode estar acabando com suas vendas. Sempre converse com os clientes. Se você não tiver tempo para isso, contrate uma equipe que faça isso por telefone, por e-mails ou via chat. Isso vai garantir que o consumidor se sinta mais seguro para comprar com você, além de aumentar as chances de ele lembrar da sua loja se precisar comprar novamente.

Não dar ouvido às reclamações
Recebeu um comentário negativo? Converse com o cliente. Localizou uma reclamação? Solucione o problema. Isso não só para reverter problemas e, com sorte, até fidelizar o cliente, mas também para evitar que novos consumidores desistam de comprar com você por ver que sua loja é cheia de reclamações que, para piorar, não recebem nenhuma atenção. Uma vez no meio virtual, essas informações, que podem prejudicar a imagem da sua loja, geralmente não podem ser apagadas, mas é sua obrigação mostrar que você está atento a eles e solucionar os problemas.

Dar foco à loja física
Se você tem uma loja virtual é porque quer vender pela internet, certo? Bem, deveria ser assim, mas tem muita gente que ainda acha que um comércio digital serve apenas para divulgar a loja física. O dono da Empório do Lazer pensava assim. No site dele tudo fazia o cliente querer desligar o computador e ir para a loja física. Ele justificava essa atitude como uma forma de dar certa credibilidade à marca e mostrar ao consumidor que, se ele precisasse, poderia ir pessoalmente à loja física. Mas isso só quando ele precisasse. A linha entre informar que você comercializa em um endereço físico e dizer ao cliente que ele deveria ir até lá para comprar é tênue e perigosa, fique atento para não cair na mesma roubada e exagerar nas menções à loja física.

ANTES

DEPOIS


No layout menos é mais
Outra ilusão dele era que lotar o site com informações, destacar tudo com cores vivas e criar muitos banners era uma estratégia válida para atrair clientes. Mas, depois, ele acabou admitindo que o Empório do Lazer online tinha tanta informação, tantas caixas de texto e imagens, que era difícil saber o que era o quê. Se você se identificou com a situação dele, trate de fazer agora uma boa “limpeza” no seu layout. Informações claras, objetivas e bem posicionadas funcionam muito melhor que balões, textos e cores berrantes.


Solicite mais informações e orçamento sobre os serviços.

contato@LDsites.com.br

WhatsApp: (21) 99818-0420

Visite:

 O que são Links Patrocinados?
O Link Patrocinado é um serviço pago oferecido pelas ferramentas de busca, como Google, Yahoo, UOL entre outros, de forma que as empresas paguem um valor específico pelo clique de cada palavra-chave do seu negócio.

Alguns Números dos Links Patrocinados
Link Patrocinado é um investimento 100% garantido em retorno de visitas, pois o pagamento só é feito após o clique e não por visualização.
Ferramentas de busca são freqüentemente usadas por usuários Internet;
98.8% dos usuários, usam ferramentas de busca;
11 bilhões de buscas são feitas mensalmente na internet;
85% dos usuários encontram o que precisam na web via sites de busca;
60% dos internautas clicam nos três primeiros resultados da busca;
80% dos internautas não vão para a segunda página dos resultados da busca;

Por que funciona fazer Link Patrocinado?
Formato de mídia qualificada e nada evasiva, pois é o usuário que pesquisa por produtos e serviços que ele tem interesse naquele momento.
Resultados eficientes: anunciante só paga quando internauta clica no anúncio e entra no site de sua empresa;
O anunciante vai estar sempre bem posicionado, devido à administração diária;
Quem tem maior verba total não tem vantagem;
Aumenta a audiência do site de forma qualificada;
Fortalece sua marca na internet;
Resultados em curto prazo;
Resultados mensuráveis;

DIFERENCIAL LD SITES NOS LINKS PATROCINADOS
Equipe de especialistas em Link Patrocinado Google. Temos certificação do próprio Google para administrar campanhas de Links Patrocinados.
Nossa administração vai além dos Links Patrocinados. Interagimos com o Google Analytics, analisando taxa de rejeição e tempo de permanência por página, buscando SEMPRE os melhores resultados para nossos clientes.
Relatórios diários, semanais ou mensais conforme a necessidade dos cliente
 
 
Solicite mais informações e orçamento sobre os serviços.



WhatsApp: (21) 99818-0420

Visite:

Na LD Sites, como nas melhores empresas de design da web, temos excelente conceito e referências no desenvolvimento e design profissional, design para web, desenvolvimentos web, websites, serviços de design de logotipos profissionais de qualidade, serviços SEO.

Tecnologicamente a LD Sites pretende ser a empresa Top em web design, estar sempre entre as melhores e principais, não só no Brasil, mas também globalmente. 

Portanto, como a melhor empresa de desenvolvimento de Web sites, nós nos esforçamos entregar sites de alta qualidade para nossos clientes e o mais importante, únicos e exclusivos.

Por favor, visite nosso portfólio e comprove. Navegue em nosso site e veja os prêmios que recebemos ao longo dos últimos anos. Constate a satisfação de nossos clientes e ainda mais, desafiamos você a encontrar na web uma reclamação sequer de nossa empresa.

Como a empresa de desenvolvimento web superior, nossa metodologia de desenvolvimento de site promove uma abordagem interativa baseada no resultado e garante o melhor serviço ao cliente em relação à qualidade, custo e objetivos estratégicos do cliente, sem comprometer-se em qualquer um desses fatores.
  • Com quase 15 anos de mercado construímos uma loja do conhecimento através de centenas de projetos de desenvolvimento de Web sites.
  • Refinamos o nosso processo e conceito de negócios, misturando as melhores práticas da indústria, tais como metodologia ágil.
  • Absorvemos as melhores abordagens para obter o máximo desempenho e alta qualidade para projetos de site.

Nós tornamos uma melhores empresas de design Web do mercado global, impulsionados pela nossa firme crença que a sua presença na Internet é nossa prioridade 1.

Criação de Sites e Logomarcas, Marketing Digital, Programação Visual
Visite nosso site:  www.LDsites.com.br
Solicite um orçamento sem compromisso.

O patamar atual é de 7% da receita do segmento

São Paulo - A Oi espera que os serviços de tecnologia da informação (TI) alcancem o patamar de 15% da receita do segmento corporativo até o final de 2015, informou nesta quarta-feira, 18, o diretor da Unidade de Negócios do Corporativo da companhia, Maurício Vergani.

O patamar atual é de 7% da receita do segmento e a companhia espera crescimento desse tipo de negócio com o lançamento de novos serviços.

A área foi a primeira a receber uma ação integrada com a Portugal Telecom após a fusão, com um showroom conjunto em São Paulo e Lisboa.

Vergani considerou que a ação é parte do processo de reposicionamento da companhia, com alta dos investimentos em oferta de serviços de tecnologias da informação e soluções baseadas em nuvem.

A mudança de posicionamento, disse, vem sendo tocada pelo menos desde 2012, mas a companhia agora selecionou fornecedores, aumentou as equipes de pós-venda.

Há ainda soluções novas como a tecnologia de USSD, que permite a realização de transações bancárias por celulares não conectados a internet, a qual Vergani espera que seja lançada ainda este ano em conjunto com bancos.

Com isso, a Oi espera reduzir sua exposição a serviços de voz em telefonia fixa, no qual tem havido queda de receitas.

No primeiro trimestre de 2014, a receita líquida da operadora de telefonia totalizou R$ 6,9 bilhões, queda de 2,3% no comparativo com o mesmo período do ano anterior.

Vergani avaliou que o crescimento dos negócios corporativos deve contribuir para um equilíbrio das receitas em 2015. Ao final de cinco anos, os novos serviços de TI podem chegar a 25% do faturamento do segmento corporativo, afirmou.

Ele ainda ponderou que a diminuição mais acentuada na voz fixa ocorreu no final do ano passado e que há uma tendência de redução do ritmo de queda.

A área de produtos para clientes empresariais é uma das primeiras a se beneficiar da integração com a Portugal Telecom. Vergani comenta que a Oi já havia adquirido soluções de TI da Portugal Telecom mesmo antes da junção das companhias. "Agora podemos nos beneficiar do desenvolvimento conjunto de soluções", destacou.

Criação de Sites e Logomarcas, Marketing Digital, Programação Visual
Visite nosso site:  www.LDsites.com.br
Solicite um orçamento sem compromisso pelo e-mail: contato@LDsites.com.br

FONTE: Exame

Dois anos após lançamento do produto, empresa anuncia app para smartphones com sistema operacional do Google

A Nike lançou, nesta terça-feira, uma versão do app que acompanha a pulseira inteligente Nike FuelBand para smartphones com sistema operacional Android. Até o momento, o programa – que permite monitorar dados sobre atividades físicas e hábitos de sono dos usuários – estava disponível apenas para iPhone. O app pode ser baixado no Google Play e é gratuito.

Para usar o app, é preciso ter a última versão da pulseira da Nike, chamada FuelBand SE, que chegou ao mercado no final do ano passado. Além disso, o app é compatível apenas com aparelhos que utilizam o Android na versão 4.3 ou superior, o que limita o número de aparelhos compatíveis. De acordo com a página do app, apenas o Galaxy S3, S4, S5, Nexus 5, HTC One e Moto X suportam o uso do aparelho em conjunto com o acessório.

O anúncio do app para Android acontece em meio a rumores de que a Nike poderia deixar de fabricar sua pulseira inteligente. O produto é a principal aposta da empresa no setor de tecnologia, mas sua fabricação é cara e a margem de lucro é considerada pequena. No fim de abril, a empresa negou que tenha a intenção de desistir do produto.

Outra hipótese que circulou no mercado é a possibilidade da venda da divisão de produtos de tecnologia para a Apple, o que poderia acelerar a entrada da empresa de Cupertino no mercado de wearables. Em uma entrevista à emissora de TV americana CNBC, Mike Parker, CEO da Nike, afirmou que o foco da equipe da FuelBand agora é experiência de software e que estava animado para ver o relacionamento com a Apple "evoluir no futuro". Ambas as empresa, contudo, negam os rumores sobre uma possível aquisição.

Criação de Sites e Logomarcas, Marketing Digital, Programação Visual
Visite nosso site:  www.LDsites.com.br
Solicite um orçamento sem compromisso pelo e-mail: contato@LDsites.com.br

FONTE: Veja

Atualmente, as empresas pagam em média R$ 0,23 por minuto pelo uso da rede de outra operadora. Em 2016, isso deve cair para R$ 0,10 por minuto

Brasília - O valor cobrado pelas operadoras de telefonia celular pelo uso de sua rede por companhias concorrentes deve cair 90% até 2019, segundo norma aprovada pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Atualmente, as empresas pagam em média R$ 0,23 por minuto pelo uso da rede de outra operadora. Em 2016, isso deve cair para R$ 0,10 por minuto.

A previsão do órgão regulador é que, até 2019, esse valor atinja R$ 0,02 por minuto.

Na prática, esse custo, conhecido como interconexão, funciona como um pedágio.

Ele é pago pela companhia, mas é repassado ao consumidor. Essa é uma das principais causas do chamado "efeito-clube": quando a ligação é feita entre celulares da mesma companhia, essa tarifa não é cobrada.

Por isso, o valor do minuto entre celulares de uma mesma empresa é muito mais barato.

Segundo o conselheiro da Anatel, Rodrigo Zerbone, relator do processo, como o custo da interconexão é muito elevado, as empresas desestimulam seus clientes a fazer esse tipo de ligação.

"É por isso que as companhias costumam dar todos os descontos e benefícios para ligações feitas dentro da própria rede", afirmou.

A queda do custo da interconexão começou em 2012, quando a tarifa era de R$ 0,48 por minuto. No ano passado, ela caiu para R$ 0,33. Já a partir de 2016, a Anatel pretende trabalhar com um modelo de custos.

Segundo Zerbone, com essa mudança, o efeito-clube tende a cair e as operadoras devem começar a lançar planos com preços mais semelhantes para ligações dentro e fora de sua rede - por exemplo, entre dois celulares da Tim e entre um da Tim e outro da Claro.

Com essa mudança, a Anatel espera que haja mais concorrência entre as operadoras.

Também hoje, a Anatel aprovou a redução das tarifas pagas por outras companhias pelo uso da rede de telefonia fixa (TU-RL).

Atualmente em cerca de R$ 0,03 por minuto, ela cairá para R$ 0,01 por minuto em 2016 e para R$ 0,005 em 2019.

O órgão regulador também reduziu o valor de referência para contratos de Exploração Industrial de Linha Dedicada (EILD).

O modelo de custo para esse tipo de contrato terá validade a partir de 2016 e será revisto de quatro em quatro anos.
Criação de Sites e Logomarcas, Marketing Digital, Programação Visual
Visite nosso site:  www.LDsites.com.br
Solicite um orçamento sem compromisso pelo e-mail: contato@LDsites.com.br

FONTE: Exame

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.