Sua operação é organizada, a precificação está correta e a logística é eficiente. Está tudo certo, agora é só esperar os lucros. Só que eles não vêm e sua loja virtual não decola.

Para ajudá-lo a resolver esse mistério, compilamos aqui erros comuns que empreendedores cometem na internet (e nem sempre se dão conta). Confira, abaixo, cinco situações que você deve evitar para ter sucesso no mundo do comércio digital.

Plataforma e loja virtual ruins
Quem está dando os primeiros passos como empreendedor digital pode ficar confuso com o mundo da internet. Antes de vender, o empreendedor precisa decidir em qual plataforma vai colocar seu site, onde vai hospedá-lo (esse serviço é chamado de host) e criar a loja virtual em si.
Se pesquisar, o empreendedor vai descobrir que há ferramentas simples e intuitivas que permitem que ele lance sua loja virtual no mercado. Mas isso tem um limite.

“Ainda existe a ideia de que para a loja virtual é só usar qualquer plataforma e 
fazer um site rápido que vai dar dinheiro.
A realidade não é assim”. 

“O ‘faça você mesmo’ tem um limite. É muito útil para colocar o site no ar, mas depois você vai precisar da ajuda de empresas especializadas (a LD SITES por exemplo) para oferecer um serviço de qualidade e ter resultados positivos”,

Você vai precisar gerenciar a loja, então, seja realista sobre os seus conhecimentos. É melhor contratar alguém que saiba mexer do que assumir, você mesmo, a tarefa e não conseguir fazer nada direito.
Pensando apenas na plataforma, é bom analisar como ela vai se comportar em longo prazo, quando a loja crescer. Avalie desde o começo se a plataforma vai dar conta de um tráfego maior e como você deve proceder no caso de migrar para outra compatível.
Uma plataforma que atende esses requisitos é o UOL Host. Você pode escolher planos de acordo com o tamanho do seu negócio e do seu mix de produtos e ainda tem um pacote de vantagens que envolve e-mails com domínio personalizado, suporte técnico 24 horas por dia, integração com redes sociais e com instrumentos de pagamento reconhecidos como o PagSeguro, cálculo automático de frete com sistema dos Correios, selo de segurança do E-bit e produtos incluídos na página do Buscapé.

Falhar no suporte técnico
Na internet, o cliente não fala cara a cara com um vendedor, mas continua precisando tirar dúvidas sobre o produto. Não ter um atendimento rápido e eficiente, que mostre ao cliente que sua loja é confiável e de qualidade, pode estar acabando com suas vendas. Sempre converse com os clientes. Se você não tiver tempo para isso, contrate uma equipe que faça isso por telefone, por e-mails ou via chat. Isso vai garantir que o consumidor se sinta mais seguro para comprar com você, além de aumentar as chances de ele lembrar da sua loja se precisar comprar novamente.

Não dar ouvido às reclamações
Recebeu um comentário negativo? Converse com o cliente. Localizou uma reclamação? Solucione o problema. Isso não só para reverter problemas e, com sorte, até fidelizar o cliente, mas também para evitar que novos consumidores desistam de comprar com você por ver que sua loja é cheia de reclamações que, para piorar, não recebem nenhuma atenção. Uma vez no meio virtual, essas informações, que podem prejudicar a imagem da sua loja, geralmente não podem ser apagadas, mas é sua obrigação mostrar que você está atento a eles e solucionar os problemas.

Dar foco à loja física
Se você tem uma loja virtual é porque quer vender pela internet, certo? Bem, deveria ser assim, mas tem muita gente que ainda acha que um comércio digital serve apenas para divulgar a loja física. O dono da Empório do Lazer pensava assim. No site dele tudo fazia o cliente querer desligar o computador e ir para a loja física. Ele justificava essa atitude como uma forma de dar certa credibilidade à marca e mostrar ao consumidor que, se ele precisasse, poderia ir pessoalmente à loja física. Mas isso só quando ele precisasse. A linha entre informar que você comercializa em um endereço físico e dizer ao cliente que ele deveria ir até lá para comprar é tênue e perigosa, fique atento para não cair na mesma roubada e exagerar nas menções à loja física.

ANTES

DEPOIS


No layout menos é mais
Outra ilusão dele era que lotar o site com informações, destacar tudo com cores vivas e criar muitos banners era uma estratégia válida para atrair clientes. Mas, depois, ele acabou admitindo que o Empório do Lazer online tinha tanta informação, tantas caixas de texto e imagens, que era difícil saber o que era o quê. Se você se identificou com a situação dele, trate de fazer agora uma boa “limpeza” no seu layout. Informações claras, objetivas e bem posicionadas funcionam muito melhor que balões, textos e cores berrantes.


Solicite mais informações e orçamento sobre os serviços.

contato@LDsites.com.br

WhatsApp: (21) 99818-0420

Visite: